18/11/2019

Conheça os projetos inovadores premiados pelo Desafio Inova Escola

Foram anunciados os cinco projetos inovadores vencedores do Desafio Inova Escola, iniciativa da Fundação Telefônica Vivo que visa estimular processos inovadores no âmbito escolar.

Os vencedores foram Inova IEMA, da IEMA – Instituto Estadual de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Unidade Plena Itaqui Bacanga, de São Luís (MA); Guerreiros do campo, da EMEF Joana Darc, em Nova Esperança do Piriá (PA);  Bastião Atômico, da Escola Municipal de Tempo Integral São Sebastião, em Jaboatão dos Guararapes (PE); Itavivo, da Escola Municipal Constâncio Maranhão, em Vitória de Santo Antão (PE); e IFF9!, do IFF – Instituto Federal Fluminense Campus Itaperuna, em Itaperuna (RJ).

Cada um dos projetos inovadores receberá assessoria técnica especializada por seis meses, a fim de apoiar a implementação e avaliação do plano de inovação, apoio financeiro de até R$ 10 mil, além de intercâmbio entre representantes dos planos selecionados e outras escolas inovadoras brasileiras.

A seleção foi feita entre 1.250 equipes de educadores, de 1.180 escolas, por um júri de especialistas. Houve representação de todos os estados brasileiros. A escola pública representou 90% do total de inscrições. Deste total, foram selecionados 25 finalistas das 5 regiões do Brasil que, além de concorrerem ao prêmio nacional, receberam voto popular. 

Saiba mais sobre os projetos inovadores vencedores

Inova IEMA

A falta de interdisciplinaridade entre a Base Técnica e a Base Nacional Comum Curricular alinhada à preocupação com o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes em sala de aula é o desafio escolhido pela equipe. Para solucioná-lo é preciso reunir os professores de ambas as modalidades para planejamentos interdisciplinares durante o ano.

Educador responsável: Francilma Ronetia Barbosa Marinho Everton

Equipe: Anna Célia Corrêa Mendes, Flavia Regina da Silva Correa

Escola: IEMA – Instituto Estadual de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Unidade Plena Itaqui Bacanga – São Luís (MA)

Guerreiros do campo

Ao averiguar o alto índice de faltas, de evasão e repetência escolar, esta equipe decide criar estratégias de ensino que possa adequar o cotidiano real do aluno ao ambiente escolar. A proposta é promover oficinas e um calendário escolar mais flexível à comunidade escolar, para melhor acolher e escutar os estudantes. 

Educador responsável: Erica Correa de Sousa

Equipe: Aglaís Oliveira Assunção, Cirley da Silva Ferreira, Francisco Antonio dos Santos Rodrigues, Márcio Jesus Morais da Silva, Maria Marcilene Alves da Silva, Maria Rosidalva Alves Barros
Escola: EMEF Joana Darc – Nova Esperança do Piriá (PA)

Bastião atômico

A necessidade da comunidade ao acesso à água e ao seu uso consciente instiga esta equipe a construir uma cultura de sustentabilidade ao realizar oficinas com robótica, uso de práticas de tecnologias alternativas e parcerias com colaboradores da região, startups, escolas e universidades. O objetivo é garantir a distribuição de água para os espaços da escola e para vivências pedagógicas, como aulas experimentais e hortas. 

Educador responsável: Alexsandro Alberto da Silva

Equipe: Ailton de Souza Lima Brito, Ana Paula Grijp Xavier, Cláudio Nunes da Costa, Edmar Roberto Sobreira Almeida, Jackson Atos Ferreira de Souza, Luís André Jacinto, Vilma Amaral de Souza

Escola: Escola Municipal de Tempo Integral São Sebastião – Jaboatão dos Guararapes (PE)

Itavivo

Com o desafio de criar novos espaços-vivências de aprendizagens para os alunos, a proposta da equipe é integrar a escola com o Parque Natural, onde está localizada, para promover trocas de experiências entre a escola e a comunidade, e para a inclusão de educação ambiental no projeto didático escolar. Como resultado propõe a criação de um Espaço Maker, de uma estufa e de um ambiente de lazer.

Educador responsável: Ewerlline Karen Brito de Oliveira Martiniano

Equipe: Martamiria Delmiro dos Santos Ferreira

Escola: Escola Municipal Constâncio Maranhão – Vitória de Santo Antão (PE)

IFF9!

Diante das dificuldades de aprendizagem dos alunos e casos de retenção, a equipe planeja ações de acolhimento e promoção da autonomia dos alunos para melhor gestão do tempo, conciliando liberdade e responsabilidade. Além disso, propõem a simulação de Empresas Juniores e de desenvolvimento de jogos digitais educativos baseados em obras literárias de domínio público. 

Educador responsável: João Felipe Barbosa Borges

Equipe: Camila Ramos de Oliveira Nunes, Carine Lavrador de Farias, Cláudia Aleixo Alves, Fabiana Castro Carvalho de Barros, Joselia Rita da Silva, Michelle Maria Freitas Neto, Orlando Pereira Afonso Junior

Escola: IFF – Campus Itaperuna – Itaperuna (RJ)