EMPoeint

Escola Municipal Polo de Educação Integrada

Escola Municipal Polo de Educação Integrada

Praça Modestino Sales Barbosa | 50 | Flávio Marques Lisboa | Belo Horizonte | 36052-380

Ver Google Maps

E-mail: [email protected]

Na Escola Municipal Polo de Educação Integrada (EMPoeint), a gestão se organiza de forma horizontalizada, com destaque para as Assembleias Escolares, nas quais são debatidas e aprovadas as ações de caráter pedagógico e administrativo.

Por meio das chamadas “estratégias educativas” – ações pedagógicas desenvolvidas e construídas com os estudantes -, a proposta pedagógica rompe com a exclusividade das aulas expositivas e das salas de aula como espaços educativos de maior referência. A organização dos estudantes se dá majoritariamente em grupos por meio do desenvolvimento de roteiros de atividades por área de conhecimento e de um repertório de vivências educativas (oficinas) de livre escolha do estudante.

Há rodas de conversa em pequenos ou grandes grupos para a escuta ativa e participação de todos os sujeitos da escola e a efetivação de uma proposta pedagógica democrática. As mães, pais ou responsáveis também são, em alguns momentos, convidados a participarem. Na orientação de estudos, agrupamentos de até quinze estudantes são acompanhados por um professor/orientador/tutor com intuito de garantir uma relação mais próxima com os educandos. Cada sujeito é visto na sua individualidade com interesses, potencialidades, dificuldades e talentos próprios.

O currículo do Ensino Fundamental é organizado em áreas do conhecimento, reunindo os conhecimentos historicamente construídos pela humanidade em conexão com os saberes que circulam no território da escola. As atividades pedagógicas articulam os conteúdos por meios de eixo transversais. Os componentes curriculares são integrados em três áreas do conhecimento: 1. Códigos e Linguagens: Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Arte e Educação Física. 2. Ciências da Natureza e Matemática: Ciências e Matemática. 3. Ciências Humanas: História e Geografia.

As características da edificação da escola propiciam outros arranjos espaciais. Para as atividades da área do conhecimento, os estudantes são organizados no espaço denominado Salão dos Saberes, onde o mobiliário está disposto de forma a comportar grupos compostos por quatro estudantes. Neste local, eles desenvolvem os roteiros de atividades de forma colaborativa e solidária sob a mediação de educadores. Também possuem espaços denominados oficinas, onde o mobiliário disponível são mesas circulares, comportando até 6 estudantes, para as atividades de Tutoria e/ou Vivências Educativas. Outro espaço também utilizado para as atividades pedagógicas é a Biblioteca.

A equipe de gestão da escola mantém diálogo constante com a Diretoria Regional de Educação, que é um braço da Secretaria Municipal de Educação no território. No âmbito municipal, há também o diálogo permanente com as Diretorias e/ou Gerências de outras Secretarias Municipais, tais como as da Secretaria de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, de Cultura, de Esporte e Lazer , de Meio Ambiente, de Seguranças, para o desenvolvimento de projetos e ações no território. No âmbito Estadual , mantém contato com a Secretaria de Segurança, por meio do Centro de Prevenção à Confiabilidade (CPC) e o programa Fica Vivo. Possui ainda parceria com a PUC Minas, por meio do Departamento de Psicologia, Social e do Desenvolvimento, para o atendimento e desenvolvimento de ações e projetos para os/as estudantes e suas famílias e com a UFMG, para o desenvolvimento de ações, projetos e estágios.

Redes

Conheça uma Iniciativa Inovadora

Saiba quais são as escolas e organizações educativas que inovam e quais são as ações que elas desenvolvem para melhorar a educação no Brasil.