escola indigena

Escola Baniwa Eeno Hiepole

Escola Baniwa Eeno Hiepole

Comunidade de Canadá, Rio Ayari | s/n | Terra Indígena Alto Rio Negro | São Gabriel da Cachoeira | 69750-000

Ver Google Maps

Após um extenso processo de reflexão e revisão envolvendo a comunidade indígena da qual faz parte, a Escola Municipal Indígena Tiradentes passou a se chamar Escola Baniwa Eeno Hiepole. Localizada na Terra Indígena Alto Rio Negro, em São Gabriel da Cachoeira (AM), a escola vem construindo um novo entendimento sobre seu papel, que vai desde um processo formativo que leva em consideração a necessidade cultural da etnia e do pertencimento ao território até a valorização e fortalecimento dos saberes locais – e como este se conectam com os sistemas de conhecimento de outras culturas.

Para tanto, está em processo de construção um Projeto Político Pedagógico (PPP) próprio e o Plano de Desenvolvimento da Escola (PDE), que vêm sendo construídos coletiva e colaborativamente. Também foram estabelecidas as metas, objetivos e ações a serem implementadas de forma articulada com as associações locais, escolas vizinhas (rede), parceiros institucionais do âmbito público e coorporativo e organizações não governamentais.

“Acreditamos que agregando nossos saberes ambientais e conhecimentos locais a outras culturas de produção de conhecimento científico e tecnológico podemos promover uma educação integral e transformadora, que possibilita a formação cidadã indígena para expressar seus valores de igualdade, liberdade e respeito para gerir e usufruir de nossos bens culturais e ambientais de forma sustentável”, aponta a escola.

Nesta perspectiva, trabalham com a metodologia do ensino-pesquisa-ação,  sob o mote de “aprender fazendo e fazendo aprender”. “Aprender fazendo é a ideia de que estamos em constante processo de aprendizagem através de nossas ações. E ‘fazendo aprender’ representa a ideia de que podemos contribuir com a aprendizagem do nosso próximo”, explica. Por meio dessa abordagem pedagógica, a escola oferta aulas teóricas e práticas com foco em ciclos investigativos e a implementação de projetos de pesquisa-ação associados a projetos comunitários ou temas de interesses das comunidades.

No que diz respeito ao currículo, a Escola Baniwa Eeno Hiepole trabalha com uma matriz intercultural, elaborada pelo estado do Amazonas, e que também serve de base para o município. Este currículo traz uma abordagem interdisciplinar e intercultural, buscando construir aprendizagens significativas e territorializadas.

A diversificação dos ambientes de aprendizagem também é uma característica da escola. Enquanto as salas abrigam aulas, pesquisas online, oficinas e seminários; o estudo de campo envolve trilhas, roças, visita aos rios, igapós e florestas para pesquisas de dispersão e atividades práticas com os velhos sábios. Há também a promoção de intercâmbios de experiências em instituições de ensino e de excursão a comunidades, associações e instituições indígenas.

Redes

Conheça uma Iniciativa Inovadora

Saiba quais são as escolas e organizações educativas que inovam e quais são as ações que elas desenvolvem para melhorar a educação no Brasil.