CMEI Hermann Gmeiner

Centro Municipal de Educação Infantil Hermann Gmeiner

CMEI Hermann Gmeiner

Av. Profa. Cacilda Pedrosa | 1 | Alvorada | Manaus | 69043-340

Ver Google Maps

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Hermann Gmeiner atua para a formação de cidadãos autônomos, críticos, criativos, e que respeitem o próximo e a si mesmo. Sua concepção pedagógica, pautada na educação integral, foi elaborada a partir de um minucioso trabalho de reflexão, debate e co-construção, assessorado pelo Coletivo Escola Família Amazonas (CEFA), pela Secretaria Municipal de Manaus (SEMED) e pelas Aldeias Infantis SOS.

Hoje, trabalha a partir das pedagogias participativas que têm como premissa a valorização da primeira infância, inspiradas nos teóricos Paulo Freire, Loris Mallaguzzi, Maria Montessori, entre outros. A escola é reconhecida por ser um espaço democrático e parte de princípios como a centralidade, singularidade e diversidade das crianças, considerando seus contextos, interesses, necessidades de aprendizagem e desenvolvimento, além de suas perspectivas para o futuro.

Também é reconhecida por incentivar o protagonismo na infância, baseando-se na metodologia do Design Change, que objetiva mobilizar os alunos a transformarem sua própria realidade. A referida metodologia se estrutura em quatro pilares: 1- Sentir (praticar a escuta atenta e exercitar a empatia); 2- Imaginar (incentivar a criatividade dos estudantes para explorar múltiplos caminhos transformadores); 3- Fazer (mobilizar pessoas e fazê-las acreditarem nos sonhos dos alunos); e 4- Compartilhar (sensibilizar outras pessoas e transformar olhares sobre determinada realidade). Nesta perspectiva, o educador atua como facilitador destes processos e dos saberes do território.

Os pressupostos teóricos que subsidiam o trabalho pedagógico na CMEI fundamentam-se ainda na Teoria Sociointeracionista, que considera a criança cidadã, com plenos direitos de participar de ambientes estimuladores de seu desenvolvimento e de construir significações e formas cada vez mais complexas de agir e pensar, desenvolvendo assim, desde a infância, sua “autonomia democrática”.

Outros eixos de abordagem são as características e especificidades regionais e o envolvimento das famílias. Entendendo que a relação escola e família merece e precisa ser fortalecida, a escola criou, por exemplo, o projeto Puxirum – Dia da Família da Escola, que objetiva promover momentos onde as famílias são convidadas a participar de oficinas, palestras, rodas de conversa, mutirão de limpeza e organização dos espaços internos e externos da escola. “É um dia, geralmente no final de semana (a opção é feita pelos pais em assembleia), que a escola tem a possibilidade de esclarecer e divulgar aos responsáveis o trabalho que vem sendo realizado e também de ouvir os anseios e dúvidas das famílias”, explica a escola.

Os espaços e tempos da CMEI são utilizados de forma a transformar experiências em aprendizagens. Assim, a escola oferece uma diversidade de projetos como o trabalho com as plantas alimentícias não convencionais localizadas no quintal da escola. No formato de oficina ou em momentos de aula experimental, estas plantas existentes no quintal da escola são trabalhadas com as crianças para que possam conhecer, pesquisar e descobrir sua utilidade para remédios ou alimentação. “Acreditando que a educação não acontece somente nos espaços formais, por isso, procuramos também parcerias e oportunidades que promovam a experimentação e a exploração, constituindo espaços de saberes. Podemos então sinalizar como territórios educadores que fazemos uso: teatros, parquinhos, entorno da escola, quadras, praças.”

No que tange à intersetorialidade, vale ressaltar o apoio das universidades locais que aproximam os saberes técnicos aos saberes culturais e que contribuem com a prática da escola, com pesquisa, formações e a participação ativa de estagiários.

Redes

Conheça uma Iniciativa Inovadora

Saiba quais são as escolas e organizações educativas que inovam e quais são as ações que elas desenvolvem para melhorar a educação no Brasil.