27/07/2021

Muito obrigado Sérgio Storch, com lágrimas e amor

Por Denis Plapler*

Amigo Sérgio,

Agradecemos verdadeiramente por conversar conosco, por conectar tanta boa gente. Como foi bom lhe encontrar aquela vez na rua, eu ainda adolescente, enquanto nem internet havia, pude saber que existia no mundo um grupo de pessoas que caminhava pela paz no Brasil, em Israel e na Palestina e caminhar ao lado delas, o coletivo Shalom Salam Paz.

Como foi bom lhe conhecer e como pude conhecer pessoas que mantiveram em mim viva convicções bastante essenciais para resistirmos e seguirmos adiante em um mundo que nos atropela e nos exige que sejamos leves. Muito obrigado por, em uma destas suas tantas infinitas conversas, ter comentado com Sonia Goulart sobre a possibilidade de reunir experiências nacionais alternativas à educação hegemônica, como agradecer a tanto?

A CONANE de 2013 foi mais que um encontro, foi uma explosão de experiências educativas amorosas, em auditório, em roda no chão de grama, em prosa, verso, filme, música e capoeira. A CONANE se constituiu como o principal fórum de encontro de projetos, públicos, particulares ou do terceiro setor que buscam valores e princípios comuns aos seus, de pluralidade, democracia, diálogo, participação direta, tanta coisa… Sonia com tanta gente construiu uma rede de troca de encontros e experiências.

conane

Já lhe agradeceria unicamente por ter me apresentado Bernardo Kucinski, com quem poucas vezes me encontrei, mas passei a ler e construir grande admiração também, assim como você, acima de nossas divergências. Agradeço muito aos encontros que promoveu quando constituímos o Juprog, o qual segui acompanhando apenas pelo Facebook. Jamais poderia deixar de agradecer, por exemplo, o Seder Ecumenico, que me convidou a participar, na escola EMEF Desembargador Amorim Lima, da turma de Ana Elisa Siqueira. Foi um encontro emocionante e maravilhoso com lideranças judaicas, palestinas, quilombolas, indígenas, em roda e falas de destaque. Lembro da presença neste dia do amigo educador Sócrates Magno Torres. 

Sergio Storch e Adriana Toledo em Mesquita Abu Bakr Assidik

Bom, o que dizer, escrever e aprender com o fato de que dias antes de ser covardemente surpreendido por esta nova peste, que ainda bem não sabemos como foi criada, você estava conosco presente, mais uma vez. Sérgio Storch estava presente, na primeira Roda de Conversa sobre Paternidade Consciente da Associação Janusz Korczak Brasil (www.ajkb.org), mediada por nosso Diretor de Paternidade Consciente, Eduardo Stryjer. Fico na memória com a nossa marcante divergência, da qual anteriormente senti arrependimento, mas agora me oferece ainda mais reflexão, pois acima de tudo pudemos afirmar a possibilidade de colocar e aprofundar as divergências no diálogo, você foi um mestre do diálogo. Destaco também a menção que fez a convidarmos para conversar conosco o seu filho Arie, a quem vim a conhecer, ainda que à distância da internet, neste momento difícil, dias depois deste encontro.

Chorei muito no tempo em que esteve internado e orei muito pela sua pronta recuperação, o que a cada morte novamente, como agnóstico, abala a minha fé na oração, sem deixá-la de fazer com Kavanáh, novamente e novamente. 

Fica aqui a toda a família os votos de força, saúde e alegria, conforme deseja certamente o Sérgio Storch Presente!

Gratidão Sérgio Storch, 

Forte abraço korczakiano,

*Denis Plapler é presidente da Associação Janusz Korczak Brasil – WWW.AJKB.ORG