5 dos 13 presidenciáveis trazem ao menos uma proposta para inovar na educação

Menos da metade dos presidenciáveis apresentam em seus planos propostas inovadoras para a educação. É o que afirma a reportagem feita pelo portal do Porvir, publicada nesta terça-feira (18). Segundo o portal, apenas cinco dos 13 planos que trazem pelo menos uma proposta para tornar a escola mais conectada com os interesses dos estudantes e com as demandas do século 21.


Saiba mais sobre inovação na educação


A reportagem procurou propostas que potencializem a implementação de quatro abordagens inovadoras: o uso de tecnologia, considerando questões de infraestrutura, conectividade, uso pedagógico de ferramentas digitais e curadoria de conteúdo; a gestão democrática e participação dos estudantes, que inclui formas democráticas, transparentes e participativas de gerir instituições de ensino e estratégias para envolver crianças, jovens e adolescentes na transformação das suas escolas e na construção de políticas públicas; a educação integral, que considera o desenvolvimento do estudante em todas as suas dimensões (intelectual, emocional, cultural, física e social); e educação mão na massa, que coloca o aluno no centro de seu processo de aprendizado para construir conhecimentos a partir de projetos e experiências práticas.

Proposta dos programas políticos

Dentre todos os programas de governo analisados, apenas os dos candidatos Ciro Gomes (PDT), Eymael (DC), Fernando Haddad (PT), Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede) mencionam alguma proposta que tenha o objetivo de concretizar o uso de tecnologia da educação, a gestão democrática, a participação dos estudantes e o desenvolvimento integral. Nenhum presidenciável apresenta ideias que explicitam de forma clara a intenção de promover uma educação mais mão na massa, incluindo atividades práticas e projetos interdisciplinares.

Oito dos 13 candidatos também fazem menção à educação integral, com a ressalva de que cinco deles se referem apenas ao aumento da carga horária, enquanto apenas três – Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT) e Marina Silva (Rede) – citam o desenvolvimento dos estudantes em sua integralidade.


Leia a reportagem na íntegra sobre propostas de educação inovadora feita pelo Porvir