Democracia e inovação pedagógica na Educação Básica: uma análise à luz da Teoria Crítica da Sociedade

A pesquisa Democracia e inovação pedagógica na Educação Básica: uma análise à luz da Teoria Crítica da Sociedade  analisa em que termos são expressas as exigências da educação inovadora para a democracia no âmbito das propostas pedagógicas apontadas pelo Ministério da Educação como exemplos de criatividade e inovação.

O estudo teve como ponto de partida a compreensão da relação entre democracia e inovação pedagógica no âmbito da história da educação brasileira a partir do século XX. Além disso, a verificação das condições históricas para a compreensão dessa relação nos dias atuais. Por fim, outro ponto foi a caracterização de uma educação inovadora e criativa segundo o Ministério da Educação. Ele também objetivou analisar as possibilidades de mudança social alusivas a uma prática pedagógica dita inovadora e sedimentada na democracia.

Trata-se de uma pesquisa empírica, que tem como fontes documentos elaborados e divulgados por tais escolas.

Para alçar os objetivos da pesquisa, também aprouve identificar e compreender a noção de democracia no âmbito das escolas democráticas atuais, bem como as teorias subjacentes e, ainda, identificar e compreender os conceitos de experiência, emancipação e formação na perspectiva de uma educação democrática e inovadora.

Com base na análise de projetos pedagógicos de seis unidades escolares selecionadas, bem como pela análise dos documentais do Programa de Estímulo à Criatividade na Educação Básica, é plausível a conclusão que as propostas pedagógicas, ao expressarem os sentidos da educação inovadora sublinhados pelo Ministério da Educação, são caracterizadas pela exigência de uma perspectiva de democracia circunscrita aos seus mecanismos de participação e à difusão de valores que amenizem as tensões sociais, com centralidade para o aspecto da gestão pedagógica horizontal.

Não obstante, a inovação pedagógica é reconhecida na existência de mecanismos participativos e democráticos, assim como na centralidade dos conteúdos escolares segundo temas de interesses dos alunos e, ainda, na busca por integrá-los ao mundo tecnológico, sobretudo na apreensão de comportamentos e habilidades estimados pelo mundo do trabalho

DONWLOAD Fazer download do material